Minha casa Minha Vida 2020

O programa do governo brasileiro Minha Casa, Minha Vida foi lançado em 2009, ainda no governo Lula, com o objetivo de subsidiar a aquisição do primeiro imóvel para famílias que ganhem até 1,8 mil reais.

O programa Minha Casa, Minha Vida é um sucesso, beneficiou cerca de 14,7 milhões de pessoas que através do subsidio compraram o primeiro imóvel, o que corresponde a cerca de 7% da população brasileira.

O Brasil possuí cerca de 6,9 milhões de pessoas que não possuem casa própria, por curiosidade existem aproximadamente 6 milhões de imóveis vazios, o que mostra um quadro de desigualdade, principalmente em grandes centros urbanos.

Esse déficit tende a diminuir com o passar dos anos e com mais investimentos no setor, mas você sabe como será o Minha Casa, Minha Vida em 2020? Como se cadastrar, o passo a passo para fazer a inscrição, como simular e saber o resultado? Descubra tudo aqui nesse texto!

Minha Casa, Minha Vida 2020
Minha Casa, Minha Vida 2020

Taxa de Juros

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em 2020, o governo não irá aplicar a correção monetária sobre o programa de habitação, facilitando o crédito e dando mais condições para que compra o primeiro imóvel.

enquadramentos de renda

Existem dois enquadramentos para classificar quem pode se inscrever no Minha Casa, Minha Vida. Eles são Habitação Urbana e Habitação Rural. Veja a seguir:

Habitação Urbana

  • Renda de até R$ 1800,00: Prestações de 120 meses e prestações que podem variar de R$ 80,00 a R$ 270,00;
  • Renda de até R$ 2600,00: Taxa de juros de 5% ao ano, e 30 anos para pagar, subsídios de até R$ 47500,00;
  • Renda de até R$ 4000,00: Subsídios de até R$ 29000,00;
  • Renda de até R$ 7000,00: Taxa de juros diferenciados em relação a outros bancos.

Habitação Rural

  • Renda de até R$ 17000,00 ao ano: Subsídios concedido pelo OGU;
  • Renda de até R$ 33000,00 ao ano: Taxa de juros de 5% ao ano;
  • Renda de até R$ 78000,00 ao ano: Prazo de 7 a 10 anos para poder pagar.

Requísitos

  • Não poderá ter casa em seu nome;
  • Não pode ter outro financiamento de imóvel;
  • Não pode ter sido beneficiado por algum programa habitacional do governo ou similar;
  • Pessoas autônomas e profissionais liberais precisarão apresentar o carnê do INSS e comprovação de renda;
  • Renda de no máximo 3 salários mínimos, vigentes no ano da inscrição.

Cadastro Minha Casa, Minha Vida 2020

Para se inscrever no Minha Casa, Minha Vida 2020 é muito fácil, basta ir a uma agência da Caixa e apresentar os seguintes documentos:

  • RG e CPF;
  • Certidão de Nascimento ou Casamento;
  • Comprovante de Renda dos últimos 3 meses;
  • Extrato FGTS;
  • Declaração de quitação do IR;
  • Fica de cadastro habitacional preenchido.

Simulador Minha Casa, Minha Vida 2020

Mas se a curiosidade e a ansiedade é grande e quer saber quanto vai ficar as parcelas, quanto conseguiria de subsidio. Saiba que o site da caixa possuí um SIMULADOR MINHA CASA, MINHA VIDA. Clique no link anterior e saiba tudo sobre o programa habitacional e faça uma simulação sem compromisso.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Compart.
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
Pin